A Depressão em tempos de Covid-19

Perante a certeza de tanta incerteza, é natural que sejamos assolados por um cocktail de sentimentos: ansiedade, medo, preocupação, angustia, insatisfação, tristeza… e claro também alegria, satisfação, orgulho, realização (mas com estas últimas a preocupação é menor).

Se pensarmos num gelado com um cocktail de sabores, à medida que o saboreamos por vezes sentimos mais tristeza, outras vezes mais alegria, um toque de preocupação, acentua-se o medo, outras mais a tristeza, pleno relaxamento, e há mesmo momentos em que sentimentos um misto de sabores (emoções).

Devemos preocupar-nos quando, independente do número de sabores que o nosso gelado possa, o sabor que sentimos é maioritariamente o mesmo e o nosso comportamento associado vai tendo consequências na qualidade do nosso dia-a-dia.

Como lidar com a depressão em tempos de COVID-19?

É importante perceber que sentir tristeza reativa a acontecimentos de vida negativos consta de um processo desenvolvimental saudável, faz parte da vida de todos nós.

Por um lado, não nos podemos esquecer que estar triste é natural e normal, fomos dotados desta capacidade como forma de processar as experiências de vida que nos são dolorosas. Por outro, não podemos deixar que esta situação se instale indefinidamente, com muito sofrimento, e considerarmos que se trata apenas de tristeza que persiste em ficar.

Muito mais do que um sentimento de tristeza, a depressão é um problema de saúde que afeta simultaneamente o corpo e a mente, desde a forma como dormimos, nos alimentamos e até como encaramos o mundo que nos rodeia. As pessoas que sofrem de depressão podem sentir dificuldade em realizar algumas das tarefas mais simples do dia a dia, como sair da cama de manhã ou até vestir-se. A maioria das pessoas já sentiu algumas destas queixas sobretudo depois de terem passado por situações ou acontecimentos que as marcaram negativamente. No entanto, é fundamental estar atento a estes aspetos uma vez que a grande diferença será quanto à sua intensidade e duração/permanência e, uma vez que começam de forma gradual e crescente podem vir a fazer progressivamente parte de uma nova forma de funcionar tornando-se numa constante na sua vida.

Em qualquer situação de maior tensão ou stress há 3 aspetos que é importante dar particular atenção porque vão permitir restabelecer a rotina a nível biológico e psicológico:

· O Sono: estabelecer uma hora certa para deitar e levantar, não ligar a televisão no quarto;

· A Alimentação: estabelecer horas certas para as refeições principais, comer vegetais/fruta, evitar bebidas alcoólicas;

· O Exercício físico: fazer pelo menos 30 minutos de exercício físico ao ar livre.

Na situação atual de pandemia é também importante ter em consideração a relevância de:

Tentar seguir uma rotina tão normal quanto possível;
Limitar o tempo passado a ver as notícias e redes sociais;
Focarmo-nos no que podemos controlar
Manter as relações sociais com aqueles que nos são mais próximos (se possível presencialmente, à janela/varanda, fora de casa mas à distância, por videoconferência, por telefone, por mensagens).

A depressão é um problema de saúde mental sério que pode ser exacerbado pela pandemia de COVID-19. Será importante procurar ajuda profissional se experienciar alguns dos seguintes sinais, especialmente por um prolongado período:

Perda de interesse em coisas que anteriormente traziam prazer à pessoa;
Falta de energia significativa;
Irritabilidade e pessimismo;
Sentimento constante de tristeza e de vazio;
Dormir muito mais ou muito menos que o normal
Comer muito mais ou muito menos que o normal;
Agitação;
Pensamentos sobre a morte;
Dificuldades de concentração.

A depressão tem sido uma das perturbações psicológicas mais discutida e avaliava dada a sua grande expressão na comunidade (1 em cada 4 pessoas) e às suas consequências para o indivíduo, família e comunidade. Não descure a sua saúde mental.

Artigo por: Drª Marisa Fonseca (Psicóloga)

[infobox color=”#00a3e4″ textcolor=”#ffffff” icon=”info-circle”]Frases que são ditas por quem não consegue perceber o que é a depressão

“EU PENSAVA QUE TU ERAS MAIS FORTE”

“TU NÃO TENS PROBLEMAS NENHUNS, PORQUE ESTÁS ASSIM?”

“ISSO É TUDO DA TUA CABEÇA”

“TENS É QUE TER FORÇA DE VONTADE”

“DEIXA DE TE LAMENTARES”

“HÁ PESSOAS QUE ESTÃO MUITO PIOR DO QUE TU”

“TU TENS TUDO PARA SER FELIZ, PORQUE ANDAS ASSIM?”

“NÃO DEVIAS TOMAR TODOS ESSES MEDICAMENTOS”

“FAZ MAS É UMA VIAGEM”

“BEM, TODA A GENTE ESTÁ EM BAIXO DE VEZ EM QUANDO”

“PORQUE NÃO SORRIS À VIDA?”

“O MUNDO NÃO É ASSIM TÃO MAU”

“NÃO PENSES NISSO”

“É TUDO CULPA TUA”[/infobox]

 

(fonte: https://www.adeb.pt/files/upload/guias/a-depressao-e-uma-doenca-que-se-trata.pdf):